Global Game Jam 2017 - Kidogo

Ao contrário do ano passado, esse ano o postmortem da Global Game Jam demorou bastante pra sair. O motivo é bom, tenho um jogo quase completo para mostrar (Yey!). O tema deste GGJ foi Ondas. Sem discussão é de longe um dos meus temas favoritos dentre todos que tivemos, tem a amplitude de significados perfeita para uma jam. Como novamente fiquei na organização e mentoria durante o evento, não queria ser um peso pra nenhuma equipe, logo optei por solar entre uma inscrição e outra. Já discuti anteriormente sobre como é difícil solar nesses eventos, mas também sempre é bastante libertador. Este fator junto de ter escolhido tentar fazer um jogo musical (algo que nunca tinha feito anteriormente) custou o não termino do jogo durante o período do evento.

O jogo deste GGJ se chama Kidogo e é um jogo musical que pode ser jogador com qualquer música que o jogador escolher, contanto que ela esteja no formato .ogg. A música toca e bolinhas coloridas de energia são liberadas, e quando chegam no centro da tela, o jogador deve as explodir em um fogo de artifício. O jogo é bastante colorido e eu tentei dar o máximo possível de efeito neon nos gráficos. Afinal, bitches love neon and particles. O jogo ainda está longe de estar perfeito, ainda é um jogo de jam, mesmo com alguns dias de refinamento tive que aprender bastante coisa sobre como trabalhar com áudio na Unity (Ps.: Não é tão simples quanto parece se você quiser brincar um pouco fora do playground).

 Você pode baixar e jogar aqui. (Haverá atualizações em um futuro próximo: Não sei quando)

video

Sobre o evento em si, como já virou tradição fiquei na organização, principalmente cuidando da central de informações junto do João e dando risadas com o Tumeo. A vantagem de ter um local cativo durante a jam é que todos sabem onde te encontrarem e você gasta mais da metade da madrugada conversando com as pessoas que passam. Esse ano circulei bem menos do que o normal e acabei quase não vendo os jogos desenvolvidos durante o evento.

Graças a Unreal, passamos a madrugada bem alimentados com pizza. Graças ao café da manhã da Unity passamos a manhã bastante alimentados e despertos. A tradicional massagem esse ano foi ainda melhor recebida depois de 2 dias na central de informações. A Beenoculus fez as pessoas acreditarem em VR acessível novamente.

Compartilhar no Google Plus

Autor: Pâmela de Assis Beltrani

É Bacharel em Ciência da Computação pela PUCPR e Mestre pela UFPR. Também é especialista em Desenvolvimento de Jogos Digitais pela PUCPR.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário